Currículo 1

E aí? Já fez o seu currículo?

Digamos que você concluiu o curso de Comissário de Voo e passou na prova da ANAC. PARABÉNS! Você está qualificado para a profissão. Porém, sabemos que terão outras pessoas querendo concorrer para a mesma vaga que você e a única forma de se apresentar para as companhias aéreas será através do seu CURRÍCULO.

 

O Curriculum Vitae, também conhecido como CV ou currículo, é um documento que relata a trajetória educacional e a experiência profissional de uma pessoa. Não é diferente para quem deseja se tornar um Comissário de Voo, pois para exercer a profissão de aeronauta em uma empresa aérea, torna-se necessário apresentar um currículo para análise na empresa que você escolher trabalhar.

 

Pensando nisso, resolvemos ajudar nossos alunos e amantes da profissão com 4 dicas para fazer um excelente currículo e ganhar notoriedade em uma seleção para Comissário de Voo:

 

1- SEJA OBJETIVO E ORIGINAL

Objetivo 2

 

Se você pensa em imprimir um currículo ou mandar por e-mail, você terá que pensar na forma que o seu papel ou documento ficará em evidência. Existem vários modelos de currículos na internet, porém, não copie qualquer um que achar melhor.

 

No caso de impressão, opte sempre pelo formato A4, branco, liso e com gramatura de 90g/m2. Não use capas ou envelopes pois provavelmente, caso entregue pessoalmente, serão descartados bem antes de chegar aos selecionadores. Quando os selecionadores recebem os currículos, para diminuir a "pilha" desses documentos, os currículos mais fáceis são geralmente separados primeiro, enquanto que os mais difíceis de visualizar podem ser descartados as vezes por ser confundidos com outros tipos de documentos.

Fique atento!

 

 

2- MENOS É MAIS

Menos é mais 3

Como dito na primeira dica: seja objetivo. Tente resumir tudo de forma clara ao máximo  em uma página, sim, uma página. O responsável pela seleção irá ler centenas de  currículos, assim, um currículo de várias folhas pode irrita-lo profundamente. Nada de  folha de rosto, índices, redações emotivas, etc. Você está, através daquela folha de  papel, fazendo uma apresentação pessoal.

 

Use sempre fontes de cor preta. Fuja do Times New Roman e opte por Calibri, Arial ou Georgia, entre outras, portanto que sejam de fácil leitura. Quanto ao tamanho, no mínimo 10. Lembre-se que fontes pequenas podem dificultar a leitura e o seu selecionador poder cansar de tentar ler algo tão pequeno.

 

Nada de paisagens, bordas, gravuras e desenhos. Essas opções podem tirar a seriedade do seu currículo. Lembre que é um documento sério e vai falar muito sobre você e como o selecionador pode imaginar o seu jeito de trabalhar.

 

3- DEVE TER FOTO

Ter Foto 4

A menos que a empresa que você deseja trabalhar deixe claro que não aceita currículos com fotos, isso pode ser um grande diferencial no seu currículo. Sabe aquele ditado "a primeira impressão é a que fica"? É verdade! Então capricha na foto. Escolha uma foto  de qualidade, que mostre do seu rosto até em cima da cintura. Dê preferência para trajes sociais pois quando o selecionador te ver, irá imaginar você vestindo o uniforme da empresa.

 

4- SEJA EXIGENTE NO CONTEÚDO

Exigente no conteúdo 5

Essa parte é maior, porém, é a mais importante do currículo. Fique atento a todas as dicas que daremos a seguir:

Dados Pessoais: Busque utilizar uma fonte maior para que o seu nome fique em destaque.

 

Endereço: Pode falar a verdade. A empresa não exige que você more em alguma cidade específica e eles contratam pessoas de todos os lugares deste país.

 

Telefones de contato: Opte por um número que esteja sempre ligado e ao seu lado, pois a empresa irá ligar!

 

E-mail: Verifique a sua caixa de entrada com frequência. Não use emails com nomes ou apelidos infantis, lembre-se a empresa busca um PROFISSIONAL. Então, haja com um! Não minta, não invente.  Muita atenção nesse quesito. Não esqueça de colocar o Código  ANAC.

 

Objetivo: Qual é de fato o seu objetivo? O que você quer? Seja direto: “Atuar como Comissário de Voo” 

 

Formação: Toda e qualquer formação que você tenha é muito importante, pois você hoje é o resultado de toda a bagagem que acumulou. Porém, para a aviação, não há nenhuma exigência em relação a uma formação específica ou ainda experiência profissional anterior. Então, basta relatar aqui tudo o que você julgar importante que possa agregar no seu desempenho como Comissário de Voo. Faça uma relação entre a instituição, a data  de conclusão e o curso realizado.

 

Idiomas: Mais uma vez, NÃO MINTA. Utilize termos como básico, intermediário ou avançado para definir sua fluência no idioma. 

 

Experiência profissional: Como dito acima, não é exigido uma experiência profissional anterior. Mas caso você já tenha muita experiência, compartilhe tudo o que for compatível com a área que você deseja neste momento.

 

Informações adicionais: Intercâmbios, voluntariado, tudo isso também fala um pouco sobre você! Explore essa área com situações que você viveu e te possibilitou um novo e melhor olhar sobre o outro ou sobre você mesmo.

 

 

 

 

FONTE: Blog do Comissário de Voo