Estamos no final de 2019 e o trabalho que me chamou para sair de casa em Salvador e me mudar para São Paulo, foi além do que eu esperava. Há quase 14 anos ainda me divirto e aprendo demais com essa profissão. Me tornar uma Comissária de Voo encurtou distâncias e colocou o mundo na palma da minha mão... aqui estão os meus 10  principais motivos do porquê estar nessa linda profissão até hoje:

 

 

1- Cada dia de trabalho é diferente!

1

A composição da equipe - tripulação - muda o tempo todo. Mesmo depois de 14 anos  voando na mesma empresa, ainda trabalho regularmente com pessoas que nunca  conheci antes. Os destinos também mudam o tempo todo, assim como os passageiros. Nenhum dia é igual ao dia anterior. A rotina real existe apenas da porta do avião pra dentro!

 

 

2- Sua mala também é a sua casa

2 Bahamas

Café da manhã em Salvador, almoço no Rio e jantar em Fortaleza. Unhas em Porto Alegre e cabelos em Curitiba. Praia em Arraial do Cabo, mergulho em Fernando de  Noronha, cachoeiras pela Chapada Diamantina...sim! É muito possivel com apenas 1 dia de folga alguns desses passeios podem sim acontecer. Temos um benefício de passagens que me permitiu até hoje conhecer mais de 37 países, além dos que a  companhia me permite pernoitar em virtude do trabalho. Com um pequeno custo, ainda  posso levar meu marido, filhos (se eu os tivesse), mãe, pai e irmão...assim como amigos  mais próximos, que também podem se beneficiar deste privilégio.

 

 

3- Viva o uniforme!

47452962_10157334956248115_7886895887853551616_o

Além de recebermos todo ano uma quantidade de uniformes cedidos pela cia, em todos  os hotéis do Brasil ( e em alguns hotéis no exterior) podemos lavar uma peça do mesmo. Basta colocar pra fora da porta e em algumas horas, ele aparecerá limpo, passado e mais branco do que nunca! Como mágica!

 

 

4- Visitar familiares e amigos no exterior.

3 Cassis - França

Quando somos designados para voos intercontinentais, temos um mínimo de 24 horas de  folga no destino. Mas muitas vezes também tenho uma tarde ou noite livres em destinos europeus. E ainda há voos que são inativos, ou seja, mais de 24h naquele lugar. Isso significa que posso visitar a minha amiga para jantar em Londres, ver meu amigo em Nova York, visitar primos e conhecidos em Paris, Madri, Buenos Aires ... e a minha família em Salvador ou Rio de Janeiro .

 

 

5- Compartilhando experiências:

4 Nova Iorque - USA

Quando tenho voos inativos , muitas vezes levo alguém comigo. Meus irmãos  conheceram Nova York, Frankfurt e Londres comigo, meus pais puderam viajar até  Londres, Paris, Barcelona e Madri...o meu marido foi até Moscou, Amsterdã,  Marselha, Miami, entre outros lugares....este ano, passaremos o Natal em Milão e o ano Novo em Londres ... É realmente emocionante poder proporcionar tanta cultura para quem está próximo a mim.

 

 

6- Vendo o mundo de cima!

44729760_10157224620518115_2808464877037813760_o

Às vezes, é claro, olho pelas janelas quando estou servindo passageiros. As vistas são espetaculares! Cobrindo nuvens, às vezes topos de montanhas e sempre aquele nascer ou aquele pôr do sol.

 

Mais de uma vez experimentei o prazer de voar sobre o Rio de Janeiro e pousar no Santos Dummont enquanto o sol estava se pondo. UAU que vista incrível!

 

Já vi a Strip de Las Vegas, os Alpes, as praias do Caribe...uma parte do mundo de cima!

 

Liberdade !

 

Posso fechar a porta da minha frente em Guarulhos e 15 horas depois entrar em um  quarto de hotel do outro lado do mundo. Isso nunca deixa de parecer mágica. Quando chego ao destino, posso fazer o que eu quiser.

 

Em muitos lugares, tenho meu café favorito ou salão de beleza. Às vezes, alugo um carro  e, por exemplo, viajo de um ponto para outro. Tudo é possível. Uma vez, estava inativo 50 horas em Madri. Peguei um avião e fui para a França, Cassis, visitar uma amiga que não via há muito tempo...foi incrível. Outra vez, em um inativo em Campinas, peguei um voo e fui assistir o jogo do Brasil em Recife. Também fui esquiar em cidades próximas em um inativo em Frankfurt e também, já fui para Bélgica, Amsterdã, Suíça em outros inativos pela Europa.

 

 

7- Hora de um hobby especial.

7 Buenos Aires - Argentina

Para mim, o tango é a dança mais bonita do mundo. Mas você sabe o que é ainda mais  bonito? Ter aulas de tango em Buenos Aires, o berço desta dança maravilhosa. Toda vez que vou lá, se posso fazer aulas, eu faço. Se não, assisto pelo menos uma palhinha do que me encanta...e depois, um bom vinho e aquela carne maravilhosa no Porto Madeiro...Ahhh que vida!

 

8- Conhecer pessoas interessantes, amáveis ​​e construtivas.

8Teotihuacan - México

Se estou em um voo de 12 horas, gosto de conhecer os passageiros na minha área de trabalho. Ainda estou em contato com uma passageira de 85 anos que conheci indo para Santiago. Ela escreveu o seu primeiro livro há 10 anos e continua me incentivando a escrever o meu....quem sabe um dia ???

 

 

9- O conhecimento é a chave do negócio!

9

Mesmo com chaves de Voo de até 5 dias, pude realizar a minha faculdade voando. Sou neuropsicóloga e contei com a ajuda da empresa para dias de folga para realizar as provas. Skype para apresentar trabalhos e muita força de vontade e dedicação.

 

Fiz 3 pós graduações, e tive a oportunidade de fazer cursos e visistas a museus fora do país, que me proporcionaram mais e mais conhecimento, sem falar em um networking maravilhoso. Congressos e apresentações também são possíveis, basta você querer.

 

 

10- O lugar mais bonito do mundo é aquele em que estamos naquele momento!

10 Taj Mahal - Índia

Às vezes tenho que me beliscar quando, por exemplo, estou deitada na praia bebendo um coco fresco, vendo o sol afundar no mar. Então olho para a minha colega e uma de nós dirá (é a nossa piada): "Apenas mais um dia no escritório".

 

Sou muita grata por ser tão feliz na profissão que escolhi!

 

 

Por Juliana Gois - Comissária de Voo